sexta-feira, 18 de abril de 2008

Um crime bárbaro e um circo armado.

Preciso falar de um assunto muito triste, uma tragédia...
Algo que ainda está entalado na minha garganta!
.
Hoje o post é sobre um caso que comoveu o Brasil. Um caso que beirou o descaso dos órgãos competentes que deveriam apurar melhor as evidências deste crime bárbaro e que corria o risco de terminar sem resposta, tamanha foi a confusão das investigações.

Sim! Estou falando da morte de Isabella de Oliveira Nardoni, a garotinha que com apenas 5 anos, virou mais um número entrando para as estatísticas da violência contra crianças (na sua maioria, dentro do próprio lar).

De acordo com a pesquisa "A ponta do iceberg", realizada pelo Laboratório de Estudos da Criança (Lacri), da USP com dados de 1996 a 2007, em todos esses anos foram notificados 159.754 casos de violência doméstica. A maioria, 65.669, é de negligência. A violência física vem em segundo lugar, com 49.481 casos, seguida de violência psicológica (26.590) e de violência sexual, com 17.482 casos.
Segundo os pesquisadores, apenas 10% dos casos de abusos físicos e psicológicos contra as crianças são denunciados. Para a oficial de projetos do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) Helena Oliveira, ainda que pareça inexplicável, a violência infantil tem raízes culturais que envolvem a relação de poder entre adulto e criança e que ao longo da história foi incorporada na sociedade como a maneia certa de educar.

Educar? Agora, pergunto eu! Que tipo de educação um "pai" desses pretendia com essa criança?

De acordo com a polícia, que diz ter certeza, tudo foi premeditado pelo casal (pai e madrasta). E segundo as últimas investigações, após Isabella ter, por descuido, deixado cair o irmãozinho que estava em seu colo, a madrasta enfurecida a xingou, iniciando uma discussão entre o casal. Depois, aos berros de "Papai, papai, papai, pára, pára.", Isabella é espancada e asfixiada. Surge o silêncio e a criança então é jogada pela janela.

Meu Deus! Quanta barbaridade!!! E nós aqui, assistimos a esse "circo dos horrores" que foi armado, onde a comoção pública foi enorme, tendo-se a impressão do crime estar sendo muito mais julgado e investigado pela imprensa e a população brasileira do que pelas próprias entidades cabíveis.

E assim Isabella, uma criança meiga, linda e feliz que tinha uma vida toda pela frente, não pode descansar em paz!

Abaixo o “estardalhaço” e que a justiça seja feita!!!
.
------------------------
.
Texto de hoje da minha coluna: "Dois em um". Confiram!

6 comentários:

Vênus disse...

Oi,Marco
Primeira vez venho aqui através do blog do Lima...
Pois é...esse crime deixou todo o Beasil mais triste,mais sem esperança no ser humano..
Mas,tomara que a mídia pare de dar tanta ênfase ao caso,que ao casal seja logo preso e que a menina descanse em Paz!!
Abraço

AcidStorm disse...

é triste saber que a morte de uma criança inocente seja tratada como um espetáculo pela mídia...
estou acompanhando o caso pela tv e também espero que haja justiça.

um abraço.

Humana disse...

Olá Marco,
Tb temos seguido este caso em Portugal e ainda há pouco falava sobre ele com o meu irmão.´
É assustador tudo isto, está tudo louco?
Concerteza conheces o caso da pequena Maddie, que ocorreu aqui em Portugal e cujos pais são os principais suspeitos.Mas os valores políticos e outros são mais altos que a vida humana e ainda hoje vai passar na nossa televisão uma grande reportagem sobre o caso.Por incrivel que pareça, dado a influencia, poder monetário e afins que os ditos senhores têem, a polícia Portuguesa tem-se visto aflita para conseguir que eles voltem a Portugal para a reconstituição do caso.
Sempre a impunidade.A violência sobre crianças é cada vez maior e assustadora.Espero que realmente neste caso se faça justiça!
Um beijinho amigo

Jac C. disse...

É... estou lendo a crônica do Jabor que me mandou.
Com certeza, assistindo a episódios assim pensamos: que seres humanos estamos nos tornando?
Se me der licença, estava pensando em publicar a crônica lá no "Asas", importa-se?
Beijos

casualeblog disse...

Estou chegando por aqui hoje, pedindo licença...
Está mais do que na hora disso terminar, vc não acha?

Ana Maria disse...

É mais uma barbaridade.
Vamos sempre gritar, pedir a Deus
para que os culpados paguem por
tudo.
Linda Essa Fonte , não pode secar
nunca!
Abraços!