sábado, 16 de agosto de 2008

Apócrifo - Clarice Lispector

Clique no player abaixo!


Mude


Mude
Mas comece devagar,
porque a direção é mais importante
que a velocidade.

Sente-se em outra cadeira,
no outro lado da mesa.
Mais tarde, mude de mesa.
Quando sair,
procure andar pelo outro lado da rua.
Depois, mude de caminho,
ande por outras ruas,
calmamente,
observando com atenção
os lugares por onde
você passa.
Tome outros ônibus.
Mude por uns tempos o estilo das roupas.
Dê os teus sapatos velhos.
Procure andar descalço alguns dias.
Tire uma tarde inteira
para passear livremente na praia,
ou no parque,
e ouvir o canto dos passarinhos.
Veja o mundo de outras perspectivas.
Abra e feche as gavetas
e portas com a mão esquerda.
Durma no outro lado da cama.
Depois, procure dormir em outras camas.
Assista a outros programas de tv,
compre outros jornais,
leia outros livros,
Viva outros romances!

Não faça do hábito um estilo de vida.

Ame a novidade.
Durma mais tarde.
Durma mais cedo.
Aprenda uma palavra nova por dia
numa outra língua.
Corrija a postura.
Coma um pouco menos,
escolha comidas diferentes,
novos temperos, novas cores,
novas delícias.
Tente o novo todo dia.
o novo lado,
o novo método,
o novo sabor,
o novo jeito,
o novo prazer,
o novo amor.
a nova vida.
Tente.
Busque novos amigos.
Tente novos amores.
Faça novas relações.
Almoce em outros locais,
vá a outros restaurantes,
tome outro tipo de bebida
compre pão em outra padaria.
Almoce mais cedo,
jante mais tarde ou vice-versa.
Escolha outro mercado,
outra marca de sabonete,
outro creme dental.
Tome banho em novos horários.
Use canetas de outras cores.
Vá passear em outros lugares.
Ame muito,
cada vez mais,
de modos diferentes.
Troque de bolsa,
de carteira,
de malas.
Troque de carro.
Compre novos óculos,
escreva outras poesias.
Jogue os velhos relógios,
quebre delicadamente
esses horrorosos despertadores.
Abra conta em outro banco.
Vá a outros cinemas,
outros cabeleireiros,
outros teatros,
visite novos museus.
Mude.
Lembre-se de que a Vida é uma só.
Arrume um outro emprego,
uma nova ocupação,
um trabalho mais light,
mais prazeroso,
mais digno,
mais humano.
Se você não encontrar razões para ser livre,
invente-as.


Seja criativo.

E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa,
longa, se possível sem destino.
Experimente coisas novas.
Troque novamente.
Mude, de novo.
Experimente outra vez.
Você certamente conhecerá coisas melhores
e coisas piores,
mas não é isso o que importa.
O mais importante é a mudança,
o movimento,
o dinamismo,
a energia.

Só o que está morto não muda!
.
....................................
.
[O belo poema acima já se tornou um clássico dos apócrifos. De Clarice Lispector (até seu filho se "enganou" e tentou colher os louros com o comercial da FIAT) a Pedro Bial, passando ainda por Paulo Coelho (que descaradamente plagiou-o), Cecília Meireles, e até (pasmem!) Simone Spoladore - a atriz (ela apenas gravou o áudio para o CD Filtro Solar), todos já foram erroneamente apontados como o autor do texto.
Não, não minha gente! Façamos justiça!!! Mude é de autoria do poeta Edson Marques. Ele próprio pode lhes confirmar em seu blog.
Atentem-se!!! Abraços e bom final de semana...]
.
.
Confira outros textos apócrifos já postados:
.
Arnaldo Jabor (Parte I)
Arnaldo Jabor (Parte II)
.
....................................
.
Eu cito "Mude" na minha poesia "Mudo!" em minha Coluna. Confiram!!!
.

8 comentários:

Jac C. disse...

Oiiiiiiiii...
Vim aqui.
Fui lá no Médio.
Comentei via msn...rs
E beijos...rs
Bom domingo, moço legal!

Do Jeito Que Eu Sou disse...

ola......amo esse lindo poema e se morresse hj teria morrido sem saber seu verdadeiro autor....obrigada por me ajudar nessa descoberta....bjus
continuo esperando sua visita
http://dojeitoqueeusou.blogspot.com/

Carolzita! disse...

Tem muita gente dando créditos errados por aí. Eu não conhecia esse poema. Foi bom passar por aqui e ter a oportunidade de também conhecer o autor do mesmo. Beijos

lyS disse...

Eu ja conhecia o poema e podia jurar que era de Clarice. Edson Marques estava muito inspirado qdo escreveu isso. Tem tudo a haver!!!
Beijos

www.dans-la-boite.blogspot.com
www.fruit-d-amour.blogspot.com

Tadeu disse...

Antes de falar de Edson...

(O que falar de Clarice!?Sem palavras...ou melhor, muitas palavras, sempre bem colocadas num contexto inexplicável...ou melhor, explicável (não é a toa que ela aprece de cara no perfil do meu Orkut)..eu sempre defendendo Clarice!!rss)

...voltando ao Edson:Acho que o próprio poema ao falar de "mutação" influenciou na hora da investigação dp verdadeiro autor : Edson Marques, que está de parabéns! Depois de inúmeras mudanças sob as possibilidadesde autoria, finalmente o verdadeiro!!

OFF: Vc já viu que seu blog aparece como primeiro na rede orgânica da busca do Google quando digitamos Apócrifo?

Valeu!

Jac C. disse...

Uau... novidades aqui!
Andou arrumando a casa.
Que legal!
Tem selinho pra vc lá no "Asas" tá?
Bjs

R Lima disse...

Nova casa a esta fonte que de fato nunca seca...

E esse texto já foi por mim referenciado várias vezes..

Grandioso.

Abçs amigo,






Texto de hoje: veLa...

Visite e Comente... http://oavessodavida.blogspot.com/

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

Humana disse...

Olá Amigo,
reconheci imediatamente o poema do Edson Marques que leio religiosamente todos os dias.Acho até que ele já se tinha referido a essa confusão aqui referida.
É sempre bom repôr a verdade!
Beijinhos com saudades